Macau – Prefeito Túlio Lemos na mira do MP

O Ministério Público Estadual através da Promotora Isabel Siqueira de Menezes instaurou Inquérito Civil Público com o objetivo de investigar a contratação de bandas musicais, palco, som e iluminação pelo Senhor Jader Pinheiro Vieira (Jader da sorveteria) que promoveu a Festa do Carnaval na Praça da Conceição no ano de 2017. Figuram como investigados o Sr. Jader Pinheiro Vieira e o prefeito de Macau Túlio Bezerra Lemos e como representante da denúncia o vereador Emmanuel Clélio Kekel

Em virtude das várias denuncias existentes no MP sobre irregularidades nos carnavais de 2017 e 2018 a Promotora achou melhor juntar todas as denúncias num inquérito só e vai começar a investigar os carnavais de Túlio Lemos pelo ano de 2017 mais especificamente com as festas do bloco do Cordão da Fantasia e do Frevo na Praça do respectivo ano.

Em janeiro de 2017 o MP emitiu uma recomendação ao prefeito Túlio Lemos que não gastasse dinheiro público com a realização de eventos para a festa de carnaval. Túlio tentou de todas as formas não cumprir a recomendação, chegando a divulgar em programas de televisão atrações musicais e trios elétricos, além de afirmar que usaria a Lei Rouanet para captar recursos para a realização das festas. Quando se viu sem saída o prefeito Túlio Lemos anunciou em cima da hora que acataria a recomendação do MP e não gastaria dinheiro público com o carnaval de 2017, mas alguns eventos festivos geraram suspeita sobre quem de fato estaria desembolsando dinheiro para realizá-los, um exemplo foi o Cordão da Fantasia.

 

O Cordão da Fantasia apesar de em anos anteriores sofrer com a falta de recursos para literalmente botar o bloco na rua, apenas em 2017 contou com recursos e estruturas invejáveis a qualquer empresa especializada em realizações de festas e eventos. Um dos pontos levantados mais suspeitos foi a realização de um baile no antigo mercado com atrações reconhecidas nacionalmente, como o cantor Isaac Galvão, uma grande estrutura de palco som e iluminação e para a estranheza de todos o evento foi totalmente gratuito. Além de trio elétrico de pequeno porte e banda a disposição do cordão da fantasia para o seus foliões brincarem pelas ruas da cidade de graça. Um fato que fica difícil de explicar era o quê funcionários da prefeitura ajudavam na montagem do evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.