Desembargador mantém suspensão dos trabalhos de comissão criada na Câmara de Canguaretama para investigar prefeita

O desembargador do Tribunal de Justiça do RN, Cornélio Alves, indeferiu pedido da Câmara de Canguaretama e manteve a suspensão dos trabalhos da comissão criada para analisar atos administrativos da prefeita Fátima Marinho.

A Câmara tentou reformar a decisão da juíza Daniela Cosmo, que entendeu como irregulares os trabalhos da comissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.