Aniversário do Assentamento Pirangi. A festa acabou, os problemas continuam!

Nem só de festa viverá o homem! O aniversário de 23 anos do Assentamento Pirangi ficou a desejar. O Prefeito Irmão Naldo que tenta a todo custo “conquistar” a  população do assentamento devido o grande índice de rejeição que tem por lá, mesmo tendo uma vice prefeita e dois vereadores de sua base. Pirangi não vislumbrou avanço com essa gestão. Só tem beneficio quem for babão do prefeito ou fizer parte da “panelinha”.

Para encantar os moradores, o prefeito acordou a todos no aniversário do assentamento com a Banda marcial da Escola Benvinda Nunes Teixeira da cidade de Guamaré, isso mesmo, trouxe a banda de uma cidade vizinha que tem sido modelo de avanço, devido a sua gestão não ter a capacidade de ao menos montar uma Banda marcial com os jovens de Galinhos. A macha da banda fazia a poeira subir no assentamento que a tantos anos esperam por um calçamento.

Nas redes sociais da prefeitura, vem as críticas.

Quais os benefícios reais trazidos para o assentamento? conseguir verbas para festa é muito bom. Uma ou duas noites botar a população pra “remexer o esqueleto” é divertido. Mais, a festa acaba! O que fica em Pirangi são dezenas de famílias desempregadas, na poeira sem o calçamento, com uma educação de péssima qualidade e os poucos comércios que conseguem sobreviver sendo vítimas de assaltos dos que veem em Pirangi um lugar facilitado de rotas de fuga.

Pirangi cansou da política de pão e circo. A festa ficou a desejar, por falta de ações concretas. Uma quadra de esportes que vai custar uma fortuna não vai matar a carência das famílias que buscam por algo concreto.

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.